terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Tentada Para Matar (ou Morrer)

Mês após ela volta para me atormentar, vem sutilmente, não se deixa notar. E pouco a pouco toma conta de mim, do meu corpo, da minha cabeça e, claro, dos meus hormônios!
Sinto uma raiva quase que insuportável, por motivos estúpidos, e minutos depois desato em lágrimas. É sempre assim, uma semana inteira em que as lágrimas ficam fáceis, os olhos pesados e, eu, perturbada.
No verão sempre é pior, o calor me faz suar e ela me faz sentir ondas de ódio. Minha pele quente lhe incomoda, minhas roupas, meu cabelo na nuca, meus movimentos, tudo a incomoda! Conseqüentemente me incomoda! Mas não é um incômodo qualquer, é o pior que uma mulher pode sentir!
A falta de apetite reveza com a fome insáciavel, o desejo perturbador por doces. E logo depois por salgado e, mais doce, por favor! E no dia seguinte, cadê o apetite? No meio do dia, volta a fome. Coitadas das que tem tendência a engordar!
Se alguém olha torto, quero esganar. Se alguém pisa no calo, quero retalhar. Se alguém fala um pouco mais alto, caio em lágrimas! Cinco minutos de ódio, cinco minutos de choro, alguns dias de desespero.
Ela é um amplificador, uma potência, tornando tudo muito maior do que o normal, aumentando cada minúsculo sentimento em uma explosão de sensações. É uma faísca, que acende a dinamite.
O que me incomoda passa a me irritar como a pior coisa do mundo. O que não é o melhor passa a ser intolerável, e o que é melhor passa a ser duvidoso.
Nessa época já não sei de mim, tudo fica mais confuso, não sei responder se sou eu ou se é ela! E quem consegue? Com uma bomba preste a explodir dentro...dentro do útero? Da cabeça? Do coração? Sei lá...
Mesmo assim, mesmo com essa coisa que volta a atormentar todos os meses, vou ter que tomar uma decisão. Não só por mim, mas principalmente para não fazer ele passar por isso de novo, muito menos todo mês. E se vai ter que ser com uma bomba prestes a explodir no meu corpo, que seja, eu me viro. Vamos lá. Vamos pensar...E entre lágrimas e explosões eu tento pensar.
Ainda bem que ela passa, a cólica vem, passa também, e finalmente, vem o sangue. E então, só mês que vem.
Apesar de tudo isso, apesar de volta e meia eu dizer que na próxima vida venho homem, de não entender o que nós mulheres fizemos de tão errado para passar por isso (todo mês), eu amo essa coisa de ser mulher! E você, como lida com isso? Com a TPM, com as cólicas, com a complicação de ser mulher?

8 comentários:

Lizzie disse...

Minha TPM é estranha demais. Fico sensível, querendo colo e manhosa que é um horror!
Sorte que meu namorido não viveu isso de perto ainda, mas a hora que viver...
Ai, ai.
Das duas uma: ou vai me evitar durante a TPM, ou vai querer minha TPM sempre presente!Hahahaha
Beijocas
Adoro-te!



www.lizziepohlmann.com

*Lusinha* disse...

Logo de cara eu percebi que ELA era a tal da TPM. Graças a Deus a minha não me deixa tão vulnerável, mas é inevitável eu não ficar um pouco mais sensível ao que me cerca.
Paciência para nós!
Bjitos!

Camila disse...

Oh man, que blog lindo *-*

Sim, eu tenho 16 anos 8D

Apesar da TPM, é melhor ser mulher do que ser homem.
Bom, pelo menos mulheres não broxam.
Nem sofrem de calvíce, na grande maioria 8D

:*

v. disse...

Bem, eu na TPM sou de tudo um pouco. Choro, grito, brigo, me aborreço, fico carinhosa, carente, tudo misturado.
Adorei o texto. Vou linkar !
Beijos.

Jacinta disse...

Menina,
como você descreve a situação de um jeito "apaixonado". E lindo o que você conclui. Com tudo e por tudo, é muito bom ser mulher.

Um beijo
Jacinta

Vitória disse...

Olá, desculpe a demora. Tive que voltar para o mato, mas estou de volta à civilização!

Não sei lidar com a tpm até hj! Geralmente brigo até com objetos e me tranco no qurto. Não gosto mto de ser mulher. Queria poder mijar de pé apenas abrindo a braguilha :P

Tathiana disse...

Eu não tinha até pouco tempo atrás. Agora tenho. Na verdade, não é antes, começa um dia antes e persiste durante...
Da última vez, fique com esse desejo por doces. O pior é que tenho tendências a engordar (aliás, preciso urgente emagrecer, mas não aguento mais dieta!!!). Beijos.

Ninguém disse...

haha, vc descreveu bem... e eu simplesmente não tenho reação, só espero passar :'(

:**

ia comentar seu comentario no meu blog, mas faz tanto tempo q vc vai pensar q sou doida :p