domingo, 25 de janeiro de 2009

FAIL

Primeiro post de 2009, é impossível não falar um pouco de 2008 e dos planos para 2009, embora não quero que esse seja o objetivo desse post, mas pelo jeito será.

2008 foi um ano de mudanças, como tem sido os últimos anos na verdade, cresci mais um pouco, mais um ano de faculdade, de reestruturação familiar, o ano em que consegui o primeiro passo concreto no caminho profissional e, no 'amoroso', obstáculos, buracos, dificuldades...
Vendo o saldo final, foi um ano bom, que com certeza ficará para história.

Já 2009 se mostra um ano de mais mudanças, principalmente em mim mesma, parece ser um ano de reforma pessoal. Reforma essa que se iniciou no final do ano passado e persiste, mudança que não necessariamente é escolha minha, ela se quer fazer e pelo que vejo, se eu me opor, só me machucarei.
Um ano em que não consigo terminar um conto, em que as várias idéias de histórias que rondam minha cabeça e parecem tão concretas, prontas para sujar o papel, não passam de fantasmas quando me ponho a extraí-las.
Que mal consigo matar a necessidade de criar que sempre me invade e, me frustra.
Tomara que seja só o início, e que só o afobamento de criar esteja criando essas barreiras, que os próximos post, contos ou só textos, não sejam tão poluídos e desconexos quanto esse.

Respiro fundo, fechos os olhos, sinto a vida que o ar me traz e encaro de frente a tela branca, nada. Tudo parece ruim, qualquer frase é insuficiente, por isso tanta demora para postar novamente. E não, não é falta de inspiração, não é falta de ideia (é sem acento agora, né?), parece que o pouco jeito que tinha para as letras se dissipou...

Rogo para que seja só uma fase...

1 comentários:

Camilla disse...

Respiro fundo, fechos os olhos, sinto a vida que o ar me traz e encaro de frente a tela branca, nada. Tudo parece ruim, qualquer frase é insuficiente, por isso tanta demora para postar novamente. E não, não é falta de inspiração, não é falta de ideia (é sem acento agora, né?), parece que o pouco jeito que tinha para as letras se dissipou...


Nossa, está igualzinha a mim. Tudo que escrevo acho ruim, isso quando consigo escrever alguma coisa. Não sei se é por causa da fase de mudanças que estou passando, definitivamente não sei, mas não consigo criar nada que me satisfaça.

2009 será um ano de mtas, mtas mudanças. Estou com medo, mas com mta luta tudo se resolve.

Bjão Rô!